Artrite: o que é, sintomas e como tratar?

Rigidez muscular, dor e inchaço nas articulações são os principais sintomas da artrite

Muito se ouve falar em artrite, reumatismo e doenças reumáticas. Mas você sabe o que é artrite e sua relação com todas essas palavras? A artrite é uma doença caracterizada pela inflamação e perda de função em uma ou mais articulações1.



Por acometer as articulações, a artrite se enquadra no grupo de doenças reumáticas. Enquanto o “reumatismo” é o nome popular dado à esse conjunto de enfermidades que atingem o aparelho locomotor, ou seja, ossos, articulações, cartilagens, músculos, tendões e ligamentos2.



Tipos mais comuns de artrite



Especialista estimam que existem, aproximadamente, 100 tipos diferentes de artrite1. Porém, entre as mais comuns estão: artrite reumatóide, osteoartrite (artrose), artrite psoriática, gota e lupus1. Entenda mais sobre cada um dos tipos:



  • 1. Artrite reumatóide


De origem desconhecida, a artrite reumatóide é uma doença autoimune (quando o sistema imunulógico ataca o próprio organismo) que deforma ou desgasta as articulações. A longo prazo, o problema pode causar a erosão dos ossos e da cartilagem3.



A doença tende a ser mais comum em mulheres e aumenta de incidência com o avançar da idade3, mas a artrite reumatóide também pode aparecer em crianças, quando o diagnóstico recebe o nome de artrite idiopática juvenil ou artrite reumatóide juvenil4.



  • 2. Osteoartrite


Osteoartrite, bastante conhecida como artrose, é nome da doença que crônica que causa o desgaste da cartilagem, tecido que envulve as articulações. Mas a artrose também pode se caracterizar por alterações ósseas, como o surgimento de osteófitos, popularmente chamados de “bico de papagaio”5.



Doença mais comum entre os tipos de artrite, a osteoartrite também é mais frequente em mulheres na terceira idade, quando se manifesta nas articulações das mãos e no joelho5. Porém, pessoas em qualquer idade e independente do sexo estão sujeitas ao aparecimento do quadro.



A osteoartrite pode aparecer sem motivo aparente (primária) ou estar associada à fatores como: hereditariedade (passada entre gerações da família), desvios nas articulações5, sobrepeso e lesões anteriores nas articulações6.



  • 3. Artrite psoriática


A artrite psoriática (ou psoriásica) é o tipo que surge devido a um diagnóstico anterior: o de psoríase. Desse modo, define-se a artrite psoriática como a inflamação crônica das articulações associada à psoríase7, e assim como em outros casos, pode levar a deformação das articulações.



A psoríase, por sua vez, é uma doença de pele inflamatória, crônica e não contagiosa, que se caracteriza pelo aparecimento de placas avermelhadas com descamação pelo corpo. As manifestações clínicas, porém, podem variar de acordo com o tipo de psoríase (ungueal, gutata, pustulosa, palmoplantar, entre outros8).



A doença é causada por uma desordem no sistema imunulógico8, por isso, hábitos que alteram a imunidade, caso do estresse, alimentação inadequada, exposição à alérgenos, podem piorar os sintomas da psoríase.



  • 4. Gota


A gota úrica ou artrite gotosa é a doença inflamatória causada pelos altos níveis de ácido úrico no sangue. Com essa produção exacerbada, o ácido se deposita nas articulações em forma de cristal9.



Apesar da origem descrita acima, nem todas as pessoas que têm ácido úrico excessivo no sangue apresentarão o quadro. Além disso, diferente dos tipos mencionados anteriormente, a gota é mais comum em homens após os 40 anos de idade, mas pode aparecer em mulheres9.



  • 5. Lúpus


O nome técnico para a enfermidade é “Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES)” e assim como as doenças mencionadas acima, a lúpus é uma doença inflamatória, autoimune e de causa desconhecida, que afeta as articulações e outros órgãos do aparelho locomotor, mas também pode atingir o cérebro10 e ser fatal.



Entendendo a artrite séptica e a artrite reativa



Além dos tipos de artrite mencionados acima, existem outros, menos incidentes na população, que merecem atenção devido sua causa, caso da artrite reativa e da artrite séptica.



A artrite reativa, que antes recebia o nome de doença de Reiter, acontece durante ou após uma infecção bacteriana, geralmente no trato gastrointestinal ou nas genitálias11. Isso acontece porque a bactéria é capaz de desencadear uma reação no sistema imunulógico ligado a artrite, então a infecção e/ou inflamação se mantém nas articulações mesmo após a melhora do quadro primário11.



Já artrite séptica (ou asséptica) ocorre quando uma bactéria atinge a estrutura articular e causa inflamação. Esse tipo é mais comum em crianças e para evitar danos permanentes nas articulações, principalmente do joelho e do quadril, e no aparelho locomotor como um todo, o médico deve ser procurado12.



Quais os principais sintomas da artrite?



Como visto acima, as causas da artrite variam de acordo com o seu tipo, por isso a melhor forma de descobrir a origem e o tipo é com a consulta médica. Mas, alguns sintomas comuns2 podem aparecer na maioria dos casos, sendo eles:

  • dor nas articulações;
  • dificuldade de movimento;
  • rigidez muscular (principalmente pela manhã);
  • inchaço nas articulações;
  • vermelhidão;
  • sensação de calor;


Como tratar a artrite?



O tratamento para artrite varia de acordo com sua causa e com o tipo, por isso não é possível dizer que existe um único remédio para artrite, mas existem algumas medidas que são universais e fazem bem para a saúde articular como um todo. São elas:

  • Buscar ajuda médica: ao perceber sintomas persistentes por mais de seis semanas2, consulte o médico. O diagnóstico precoce é a melhor forma de contrular a artrite e outras doenças reumáticas;
  • Praticar atividades físicas: exercícios físicos de baixo impacto ajudam a fortalecer os músculos, bem como o aparelho locomotor. Mas eles devem ser realizados sob supervisão13;
  • Estar atento a alimentação e ao peso: investir em uma dieta balanceada contribui para o fornecimento de vitaminas e minerais essenciais14 ao organismo. Além disso, ajudam a manter o peso adequado, uma vez que o sobrepeso pode causar dor nas articulações15;


Fazer o manejo da dor: a artrite no joelho tem incomodado muito? neste caso o médico especialista poderá orientar sobre o medicamento adequado, além disso, compressa com gelo16 também pode aliviar a dor. Mas lembre-se: o melhor tratamento é aquele feito com orientação médica e que é seguido corretamente.



Referências:

1 - Jiang, M.; Chen, T.; Feng, H.; et al. Serum Metabolic Signatures of Four Types of Human Arthritis. Journal of Proteome Research, 2013, 12(8), 3769–3779. https://doi.org/10.1021/pr400415a

2 - Ministério da Saúde. Doenças Reumáticas. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/folder/doencas_reumaticas.pdf. Acesso em 17 de julho de 2020.

3 - Laurindo I.M.M; Ximenes A.C.; Lima F.A.C.; et al. Artrite reumatóide: diagnóstico e tratamento. Revista Brasileira de Reumatologia. vol.44, nº6, São Paulo Nov./Dec. 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042004000600007

4 - Sociedade Brasileira de Reumatologia. Artrite Idiopática Juvenil. Disponível em: https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/artrite-idiopatica-juvenil/. Acesso em 17 de julho de 2020.

5 - Sociedade Brasileira de Reumatologia. Osteoartrite (artrose). Disponível em: https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/osteoartrite-artrose/. Acesso em 17 de julho de 2020.

6 - AZEVEDO, R.; S. DA ROCHA, E.; PIVETTA CARPES, F. RELATOS DE DORES ARTICULARES EM JOVENS FUTEBOLISTAS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 6, n. 2, 14 fev. 2020. Disponível em: https://periodicos.unipampa.edu.br/index.php/SIEPE/article/view/67637. Acesso em 17 de julho de 2020.

7 - Ruiz, D.G.; Azevedo, Azevedo, M.N.L.; Santos, O.L.R. Artrite psoriásica: entidade clínica distinta da psoríase?. Revista Brasileira de Reumatologia. vol.52 no.4 São Paulo July/Aug. 2012. https://doi.org/10.1590/S0482-50042012000400012.

8 - Rodrigues, A.P. e Teixeira, R.M. Desvendando a psoríase. Revista Brasileira de Análise Clínica,vol. 41(4): 303-309, 2009. Disponível em: http://sbac.org.br/rbac/wp-content/uploads/2016/08/RBAC_Vol41_n4-Completa.pdf#page=60. Acesso em 20 de julho de 2020.

9 - Heckler, A.M; Wust, B.U; Libardoni, K.S.B; Oliveira, T.B. Gota: Uma revisão da literatura. Revista Interdisciplinar em Ciências da Saúde e Biológicas, 2017; 1(1)52-64. DOI: http://dx.doi.org/10.31512/ricsb.v1i01.2470

10 - Ministério da Saúde. Lúpus. Disponível em: https://saude.gov.br/saude-de-a-z/lupus. Acesso em 20 de julho de 2020.

11 - Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas. Artrite Reativa - Doença de Reiter. Portaria SAS/MS no 207, de 23 de abril de 2010.. Disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/abril/02/pcdt-artrite-reativa-livro-2010.pdf. Acesso em 20 de julho de 2020.

12 - Nassif, K.C.; Arantes, N.F.; Dezontini, N.F., et al. Artrite séptica em pediatria. Revista Médica de Minas Gerais 2009; 19(2 Supl 3): S39-S45.

13 - Duarte, V.S.; Santos, M.L.; Rodrigues, K.A. et al. Exercícios físicos e osteoartrose: uma revisão sistemática. Fisioterapia em Movimento. vol.26 nº1 Curitiba Jan./Mar - 2013. https://doi.org/10.1590/S0103-51502013000100022.

14 - Thiele, S., Mensink, G.B.M, and Beitz, R. Determinants of diet quality. Public Health Nutrition. Vol. 7, Issue 1, February 2004 , pp. 29-37. DOI: https://doi.org/10.1079/PHN2003516.

15 - Martinez J.E., Santos B.Z.C, Fasolin R.P. et al. Perfil de Pacientes com Queixa de Dor Músculo-Esquelética em Unidade Básica em Sorocaba. Revista Brasileira de Clínica Médica, 2008;6:167-171. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/1679-1010/2008/v6n5/a167-171.pdf. Acesso em 20 de julho de 2020.

16 - Silva, A.L.P.; Imoto, D.M.; Croci, A.T. Estudo comparativo entre a aplicação de crioterapia, cinesioterapia e ondas curtas no tratamento da osteoartrite de joelho. Acta ortopédica brasileira. vol.15 nº4 São Paulo, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522007000400006.

Produtos

Mobility OS-CAL D 1.000
Manutenção Óssea
Comprar:
Comprar Os-cal D 1000 na Drogaraia
Comprar Os-cal D 1000 na Drogasil
OS-CAL 500
Manutenção Óssea
Comprar:
Comprar OS-CAL 500 na Drogaraia
Comprar OS-CAL 500 na Drogasil
OS-CAL D 400
Manutenção Óssea
Comprar:
Comprar OS-CAL® D na Drogaraia
Comprar OS-CAL® D na Drogasil
Mobility OS-CAL CIT
Manutenção Óssea
Comprar:
Comprar OS-CAL® CIT na Drogaraia
Comprar OS-CAL® CIT na Drogasil
Mobility Artiflex
Nutrição Articular
Comprar:
Comprar Artiflex na Drogaraia
Comprar Artiflex na Drogasil